Nascimento Enrico

Quando eu lembro desse parto a palavra que me vem à mente é avalanche!

Foi tudo tão rápido e tão intenso que a gente nem consegue assimilar nada na hora, só vai registrando tudo e depois com calma vai elaborando…

Como diz uma amiga em comum, a Jeisa é um tobogã de bebês, os partos dela geralmente são bem rápidos, mas esse bateu todos os recordes, pois da hora em que cheguei cerca de 10 à 15 min. depois Enrico nasceu de supetão, num grande ímpeto de viver! E tudo se transformou em risos, misturado com lágrimas e abraços para todos os lados!

Foi um evento bem familiar, com a avó, os filhos mais velhos, o marido, o cachorro, a melhor amiga, que também era sua doula, e no meio desse amor todo Enrico nasceu no quarto dela, em casa e foi direto para o colo da mãe, foi sentir seu cheirinho, foi mamar no seu peito e gentilmente depois o cordão foi cortado pelo pai e o filho mais velho, João, enquanto ele ainda tava ali, no colo! E o que fica mais evidente disso tudo é que parir não precisa ser sinônimo de sofrimento como tantos insistem. Pelo contrário pode ser uma experiência muuito positiva,  curadora de feridas, transformadora, cheia de carinho e boas surpresas. Basta que você possa estar com bons profissionais, em um lugar acolhedor e se munir com informações de qualidade para que você possa se sentir segura, acreditando no seu processo e principalmente acreditando na sua plena capacidade de gestar, parir e amar.

A Jeisa é um mulherão incrível, mãe de três, e a forma como essa mulher se relaciona com a maternidade e com a maternagem é algo inspirador. Se você quer ter muitos filhos e saber como não pirar, fala com ela! rsrsrs E acredito muito que a forma dela se relacionar com a vida, com ela mesma auxiliou muito que todo este processo, por mais intenso que tenha sido, fosse muito leve ao mesmo tempo!

Então agora dê o play e vem viver um pouquinho dessa emoção toda!

Ler mais

Nascimento Felipe

Este foi um parto bem atípico para mim, conheci a Roberta na hora do parto apenas, mas parecia que eu já a conhecia há muito tempo.

A Tamara, doula dela, me ligou pela manhã perguntando se eu estava disponível pois a Roberta tinha entrado em TP e a fotógrafa que iria acompanhar estava viajando, perguntou se eu topava ir fotografar naquele momento e por sorte este dia estava muito tranquilo e lá fui!

Na maternidade olhava pra ela e para o marido e falava: – Eu tenho certeza que já conheço vocês! Por sua vez, o Anderson, marido dela tinha essa mesma impressão, de que já nos conhecíamos há algum tempo. Tentamos buscar conexões mas nada. Não tínhamos nenhum amigo em comum, nem um lugar comum, nada, só a certeza de que esta não era a primeira vez que estávamos nos vendo. Foi muito maluco isto mas me deu muito a certeza de que eu estava no lugar certo, na hora certa, com as pessoas certas!

Foi um parto muito suave, apesar de ser daqueles à jato. rsrsrs  E foi uma delícia poder estar com vocês, poder fazer parte desta história linda, poder agora ter um elo maravilhoso que me liga à vida de vocês! Gratidão imensa por me permitir estar junto nessa!

Agora dê o play e vem ver a chegada do Felipe, cheia de amor, respeito e carinho.

Ler mais

Nascimento da Sara

Se a gente já se emociona com um VBAC (Vaginal Birth After Cesarean), vibra e se inspira com a força e empoderamento de uma mulher, imagina agora com um VBA2C (Vaginal Birth After 2 Cesarean). É para chorar e se emocionar duplamente!!

VBAC é muito mais do que parto vaginal após cesárea, é uma oportunidade de vivenciarmos que nosso corpo é perfeito, que sabemos parir e os bebês sabem nascer. É deixar a natureza nos transformar.

Mais do que possíveis, eles são um momento de transformação para muitas mulheres.

Você pode não ter conseguido parir uma vez, ou duas, ou três, pelos mais diversos motivos, mas isso não quer dizer que você não poderá parir nas próximas. Toda mulher merece ser informada, acolhida e apoiada para lutar pelo seu VBAC, se esta for a sua vontade. A luta é grande pois alguns médicos ainda acreditam no velho jargão “uma vez cesárea, sempre cesárea” e assim criou-se o mito que muitas pessoas levam à diante. É necessário uma equipe que apoie, um ambiente favorável (sem pressão para a cesárea e com possibilidade de um TP ativo) e muito carinho e suporte para conseguir.

Segundo estudos, mais de 60% das mulheres que tentam um VBAC (passam pelo trabalho de parto) conseguem efetivamente parir. A taxa de ruptura é mínima, 0,2% no Brasil. Ou seja, 99,8% de chances de entrar e sair com útero íntegro! Informe-se!

O VBA2C que temos hoje aqui no blog é da Francine. Conheci a Fran assim  de supetão, um dia ela me escreve e me pergunta se poderia registrar o nascimento da Sara que tinha uma DPP (data provável de parto) para poucas semanas à frente. Fiquei já super feliz e quando fui me encontrar com eles, o Allan abriu a porta, olhei pra cara dele e falei, – hei, te conheço! e lá descobrimos que já nos conhecíamos, e tudo fluiu ainda melhor. Lembro da carinha deles de excitação e um certo nervosismo por estar perto da data e pela Sarinha já dar sinais que estava vindo.  E assim, poucas semanas depois chegou o grande dia!! cheguei na casa dela para irmos juntas à maternidade, trabalho de parto à todo vapor, mas foi a primeira mulher que eu acompanhei que teve um TP onde o processo a gente via que ocorria mais internamente do que externamente. Não havia muita externalização de dor ou qualquer desconforto. Havia um silêncio, uma quietude no ambiente, mas por dentro uma mega transformação ocorrendo e desse jeito o processo se desenvolveu até o final.

Foi lindo de ver! Uma mulher forte, que estava determinada à parir, super informada, empoderada e muito bem acompanhada.

Eu queria tanto que o sonho dela se tornasse realidade, eu pedi muito à todo o universo que pudesse conspirar pra tudo dar certo e confiei! Dentro de mim eu tinha certeza que ela iria parir e quando a Sarinha chegou que alegriiiaaa!!! que momento mais lindo, mais maravilhoso desse mundo!  Foi um nascimento pra lavar a alma, pra gente nunca, nunca duvidar que fomos feitas perfeitas para parir!

Fiquei muito feliz por poder ter sido escolhida para estar junto com vocês neste dia Fran!!! Muita gratidão mesmo por nossos caminhos estarem assim, ligadinhos! Sarinha, seja bem-vinda menina!!! o mundo é todo teu! Allan, você é um querido,  me apaixono vendo o teu amor e o teu cuidado com essa família que vocês estão construindo! Vocês individualmente já são incríveis, mega talentosos, mas juntos são excepcionais!!

Agora vem ver como foi lindo o dia que a Sarinha chegou! Dá o play e vem!

Ler mais

Vamos ver o sol nascer lá em cima das montanhas?

Este ensaio foi uma delícia de fazer, começou com uma proposta maluca: -“vamos ver o sol nascer lá em cima das montanhas?” e esta família topou na hora, e eu fiquei feliz demais por encontrar outras pessoas malucas iguais à mim, rsrs.  E lá fomos nós nos aventurar neste lugar incrível! Depois da gente subir, se deslumbrar e aproveitarmos o sol lá de cima, fomos pra casa deles conhecer um pouquinho da rotina da família, tomar um café gostoso e nos divertir com as brincadeiras das crianças.

Dê o play e vem se divertir com a gente!

Ler mais

%d blogueiros gostam disto: