Nascimento Miguel

O Miguel nasceu e com ele uma enxurrada de novos desafios, descobertas, de um amor transbordante que nem se imaginava possível!
A vida vai desenhando seus caminhos e é importante nos colocarmos na posição de meros aprendizes, não tentarmos controlar cada passo, porque o improvável vem e sempre é para nos ensinar, para nos fazer melhor. E a cesárea, que não havia sido programada, mas que foi muito bem acolhida, trouxe um presentaço, o Miguel forte e saudável para viver uma vida toda junto com esses pais incríveis. Dias cheios de aprendizado, de crescimento e um amor que não cabe no peito é do que tem sido feito a vida dessa família.
Tem  um novo jeito de viver, novos motivos pra sorrir diariamente, novas preocupações, novos jeitos de dar conta de tudo, um novo olhar sobre a vida, sobre si mesmo e uma esperança mais brilhante no futuro.

Agora dá o play e vem junto!

 

Ler mais

Nascimento Natália

Natália resolveu esperar sentada a sua hora de nascer, não por falta de tentativas de fazê-la virar, tentaram desde versões, passando por exercícios físicos à sessões de acupuntura. Mas essa menina  tava tão bem encaixadinha, ali sentada, que foi assim que resolveu nascer, “de bunda pra lua”, como dizem alguns.
Essa é uma expressão que fala sobre sorte e eu quero que a pequena Natália possa é ter muita sorte na vida mesmo!

Os pais, tendo plena consciência dos prós e contras de todos os caminhos que podiam escolher, acordaram entre eles e equipe que caso o bebê permanecesse nesta posição no dia em que entrasse em trabalho de parto, que eles preferiam fazer uma cesariana. E não existe nada melhor do que poder escolher com plena consciência o caminho que se quer seguir e poder ser respeitada nesta escolha!

E assim foi, Narjara entrou em trabalho de parto, fizeram a cesariana da forma mais gentil e respeitosa que podia ser feita, com bebê mamando enquanto os médicos terminavam os procedimentos cirúrgicos e tudo mais.

agora dá o play e vem ver que lindeza foi tudo isso!

Ler mais

Nascimento Enrico

Quando eu lembro desse parto a palavra que me vem à mente é avalanche!

Foi tudo tão rápido e tão intenso que a gente nem consegue assimilar nada na hora, só vai registrando tudo e depois com calma vai elaborando…

Como diz uma amiga em comum, a Jeisa é um tobogã de bebês, os partos dela geralmente são bem rápidos, mas esse bateu todos os recordes, pois da hora em que cheguei cerca de 10 à 15 min. depois Enrico nasceu de supetão, num grande ímpeto de viver! E tudo se transformou em risos, misturado com lágrimas e abraços para todos os lados!

Foi um evento bem familiar, com a avó, os filhos mais velhos, o marido, o cachorro, a melhor amiga, que também era sua doula, e no meio desse amor todo Enrico nasceu no quarto dela, em casa e foi direto para o colo da mãe, foi sentir seu cheirinho, foi mamar no seu peito e gentilmente depois o cordão foi cortado pelo pai e o filho mais velho, João, enquanto ele ainda tava ali, no colo! E o que fica mais evidente disso tudo é que parir não precisa ser sinônimo de sofrimento como tantos insistem. Pelo contrário pode ser uma experiência muuito positiva,  curadora de feridas, transformadora, cheia de carinho e boas surpresas. Basta que você possa estar com bons profissionais, em um lugar acolhedor e se munir com informações de qualidade para que você possa se sentir segura, acreditando no seu processo e principalmente acreditando na sua plena capacidade de gestar, parir e amar.

A Jeisa é um mulherão incrível, mãe de três, e a forma como essa mulher se relaciona com a maternidade e com a maternagem é algo inspirador. Se você quer ter muitos filhos e saber como não pirar, fala com ela! rsrsrs E acredito muito que a forma dela se relacionar com a vida, com ela mesma auxiliou muito que todo este processo, por mais intenso que tenha sido, fosse muito leve ao mesmo tempo!

Então agora dê o play e vem viver um pouquinho dessa emoção toda!

Ler mais

Nascimento Henry

Sabe essas “coincidências” da vida?! Pois é, foi ela que uniu o meu caminho ao da Ingrid e de toda a família dela.

Certo dia ela estava no elevador do trabalho conversando com uma colega que gostaria de achar alguém para fotografar o parto dela e uma outra pessoa que também estava neste mesmo elevador, que é minha amiga, a Fran, escutando a conversa não pode deixar ela ir embora sem passar meu contato.  Eu fiquei super feliz e muito grata pela indicação, mas confesso que eu não acreditei muito que a pessoa fosse entrar em contato. E contrariando minhas expectativas não demorou muito a Ingrid me escreveu perguntando sobre o meu trabalho, marcamos uma conversa pessoalmente e desde então nossas vidas estão ligadas!!

Desde que a vi pela primeira vez me chamou atenção sua doçura, a calmaria, o cuidado, mas ao mesmo tempo uma grande força e determinação. E tudo isso se fez presente no dia da chegada do Henry, apesar da dor, das contrações, eu olhava pra ela e via os sorriso sinceros de quem estava feliz por estar conseguindo parir e por ter ao lado todas as pessoas que ela gostaria que estivessem ali, a doçura em lidar com ela mesma e com os outros,  muita determinação e entrega para o seu processo de parir. Sabe samurai, quando tem uma missão vai até o final?! é essa força de um samurai que eu vi nela!! uma força inabalável!

E este é um aprendizado que levei comigo, essa firmeza inabalável com a doçura.
Nós mulheres sabemos como é difícil manter essa força inabalável quando muitas vezes o mundo parece ir contra você, o sistema te amedrontando, nem todos tem a sorte de poder contar com o apoio da família em suas decisões, mas pelo contrário só veem pessoas que ficam ali tentando minar seus sonhos e  escolhas, e daí chega no parto, você tem que bancar todo esse peso e mais o seu processo de parir, por isso tantas vezes esta experiência é tão difícil para tantas mulheres.  E  não faz nenhum sentido o sistema  atual ficar dificultando este processo nos vendendo, literalmente, a ideia de que parir é ruim, é sinônimo de sofrimento, é um processo exclusivamente hospitalar, que é um absurdo mulheres em pleno séc. XXI, com tanta tecnologia escolherem parir naturalmente. A escolha de parir tem que ser uma escolha feita sem medo, com todo o apoio que esta mulher puder ter, com toda a informação que ela puder ter. Uma escolha respeitada do começo ao fim.  Dessa forma se  faz mais do que urgente que possamos disseminar bons exemplos de partos respeitosos, bons profissionais, experiências de mulheres que pariram com respeito e carinho, mostrar este processo como ele é, natural e fisiológico.

Então dê o play e vem junto!

Ler mais

Nascimento Valentina

Acompanhar partos já é uma honra tão grande, imagina acompanhar o parto de uma amiga que me acompanha antes mesmo de eu pensar em ter a fotografia como minha profissão.
Ver todo este processo de entrega foi muito emocionante, foi uma grande oportunidade de crescimento e amadurecimento este parto. Ver aquele mulherão todo, que sempre foi super forte, decidida, cheia de coragem e garra, encontrar-se com suas fragilidades, com seus medos, seus limites, achar por diversas vezes que não daria conta, que iria desistir de tudo e pouco a pouco ver ela dando conta, ver ela crescendo, ver ela se entregando de corpo e alma, se abrindo para este novo universo, para esta nova mulher que se apresentava  ainda mais forte, ainda mais cheia de garra e ainda mais amorosa do que nunca e este amor ia lhe fortalecendo! E pra ajudar neste processo tão avassalador quanto lindo, ela pode contar com o apoio do seu marido, o Lucas,  que deu todo o apoio que ela precisava para que este momento não fosse ainda mais difícil. Ela teve uma doula, que não descansou um minuto se quer  e que foi essencial para que ela continuasse em seu processo de entrega.

A Van ultrapassou a sua hora escura, olhou para as suas sombras, digeriu-as e seguiu adiante. E assim, pode receber a Valentina por suas mãos, segurá-la em seu colo e lhe dizer olhando nos olhos como ela a amava! E isso só de lembrar já dá aquele nó na garganta e enche os olhos de lágrimas. Porque este negócio de acompanhar partos é forte! hahahah te força olhar para as suas próprias sombras e a cada nascimento a gente vai se curando e  renascendo junto. Vai ficando um ser humano melhor, e estas experiências são realmente tão impactantes e maravilhosas que eu fico desejando muito que todas as mulheres que carregam novas vidas dentro de si, possam vivenciar o parto com todo amor, entrega e respeito que este momento merece.

Agora dá o play e vem se inspirar junto com a gente!

Ler mais

Protegido: Nascimento Davi

Este conteúdo está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:

Nascimento Janaína

Como a gente se prepara para as chegadas e partidas dessa vida?! Eu acredito não ter muito como, por mais que a gente pense que esteja preparada, chega na hora a emoção sempre supera as expectativas. E esses momentos são assim mesmo, imprevisíveis, indomáveis, como a própria vida também o é! E a frase, ” aceita que dói menos”  é a mais pura verdade!
Os nascimentos, sejam por via normal ou cirúrgica, ele são um momento de chegada e partida, chegada de uma vida nova,  de um novo serzinho, de uma nova mulher, de um novo homem,  de uma nova família, e a partida de uma mulher que irá se transformar tanto e verá tudo à sua volta se modificar tanto que mesmo que ela quisesse muito permanecer isso não seria possível… Ela teria que partir para que uma nova pessoa pudesse surgir, ainda mais forte, ainda mais consciente, ainda mais transbordante de amor! É de fato um partir-se para que algo novo e melhor possa vir à tona!

Esses são momentos tão impactantes que é difícil não se emocionar. Eles são processos curadores da alma tanto para a família que o vive, quanto para as pessoas que tem a honra de estarem presentes! E eu sou muuito grata, e me sinto muito honrada por ser escolhida por tantas famílias para acompanhar e registrar esta história!

E esta é a história do nascimento da Janaína, da Isabela e do Luiz! uma menina linda, que nem nasceu com carinha de recém-nascida rsrsrs, saiu da barriga e já estava toda fofa olhando para todos, dando uns sorrisinhos e fazendo todo mundo chorar!

Dá o play e vem!

Ler mais

%d blogueiros gostam disto: